Total de visualizações de página

domingo, 26 de julho de 2015

Cansei



E eu cansei de tentar entender o motivo alheio,
De inventar desculpas, para pessoas que nem foram humildes para pedir,
De fazer da minha visão distorcida, só para fingir não enxergar o que está na minha cara,
Chega, está na hora de parar.
.
Hora de caminhar para frente,
De desviar o olhar se preciso,
De negar a fala, se necessário,
Chega de me achar ruim por ignorar,
De priorizar o sentimento dos outros,
E esquecer de que não se importam com os meus.
.
Que se dane o que vão falar,
Que se dane se vão se chatear,
Já passou da hora de me priorizar,
E quem realmente mostrar que vale a pena,
Oferecer minha atenção, meu carinho, minha amizade.

Autor: Kesso Silvestre

quinta-feira, 23 de julho de 2015

O que está esperando?


Que alguém lhe convide?
Que alguém invada seu espaço e lhe carregue pela mão?
Você não acha que deve fazer algo por você mesmo?
.
Está na hora de parar de esperar,
De ficar aí, apenas sonhando,
Imaginando várias formas hipotéticas de ser feliz,
Vai lá e tenta,
Tenta colocar em prática, tudo que passa pela tua cabeça antes de dormir,
Por mais impossível que pareça,
Pelo menos se dar a oportunidade,
Apesar não está acreditando muito nisso ultimamente, você merece isso.
.
Agora vai lá,
Você não tem mais tempo pra perder,
Mostra pra si mesmo, que pode encontrar motivos pra manter esse sorriso,
Que com todo o respeito, é tão lindo para ser escondido.
Vai lá, estou aqui torcendo por você.


Autor: Kesso Silvestre

domingo, 19 de julho de 2015

Mais uma vez


E parece que eu fiz besteira, mais uma vez,
Eu tenho a mania de buscar as coisas mais idiotas,
E me desafio a torná-las mais idiota ainda.
.
Parece que tenho medo do conforto,
Tenho medo da calmaria,
Das pessoas que realmente querem está ao meu lado,
Eu corro da calmaria do rio, para tentar me afogar nos mares perigosos.
.
Mas um dia isso passa,
E todas essas tolices que faço,
Serve como aprendizado,
E eu finalmente conheço esse tal de amor próprio,
Que tanto os outros falam que devo ter

Autor: Kesso Silvestre

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Me pegue no colo, mãe

Mãe, eu estou cansado das guerras,
Estou cansado dessas batalhas diárias,
Quero descansar,
Tanto meus olhos, que estão saturados das barbaridades vistas,
Quanto meu coração, que está cansado de apanhar.
.
A senhora poderia balançar a minha rede?
Quem sabe assim eu não acabe dormindo,
E esquecendo tudo que está na minha mente,
Tudo que está me sufocando.
.
Mãe, por que eles não estão desistindo?
Por que eles continuam batendo?
Será que eles não entendem mãe,
Eu não quero nada além de respeito,
Nada além da possibilidade de ser amado,
Será que estou pedindo muito?
.
Me abraça mãe,
Me protege,
E venda meus olhos,
Não quero mais ver meus irmãos sofrendo,
E eu sei que a senhora também não,
Mas isso está fora de nosso alcance, eu sei,
Então me abraça e me faz dormir,
Como se ainda fosse um bebê em seus braços,
Onde tudo era enganosamente mais fácil.

Autor: Kesso Silvestre

domingo, 12 de julho de 2015

O que está acontecendo?

E os dias tem passado rápido,
As más noticias estão a todo tempo nas televisões,
O ódio está sendo espalhado e proclamado pelo mundo,
Quando está se tornando raro e admirável,
Um mero ato de bondade.
.
Ninguém têm tempo para ninguém,
Apesar de estarem cada vez mais sedentos por atenção,
Reciprocidade? Isso existe, quando não se trata de apenas vingança?
Quem estamos nos tornando?
Você pode me responder?
.
Estou ficando um pouco curioso, e honestamente, com medo,
Aonde vamos parar?
Ou por quem seremos parados?
Porque escuto a todo tempo as pessoas falarem,
Que alguém precisa fazer algo,
E temo, que elas estejam assistindo muitos filmes de heróis,
Esperando um capitão america, um thor ou outro do tipo, para resolver os problemas que nós mesmo estamos causando,
E só nós mesmo, podemos resolver.
.
.
Vamos parar de apenas reclamar e vamos nos tornar a diferença, nós podemos, se realmente a gente quiser.

Autor: Kesso Silvestre
E que tornei meu mundo pequeno, por deixa-lo do tamanho da importancia que tenho para algumas pessoas que me rodeiam, e que eu julgava precisar.
Mas ninguem precisa de quem nao se importa com voce, quando mais rapido entender isso, vai ver que o mundo e gigante, para realizar todos os seus sonhos e ser o autor da sua propria historia e felicidade.

Kesso Silvestre

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Eu não sinto muito

Desculpa, mas eu não sinto muito,
E isso nem sequer é um pedido de desculpas,
É só para dizer,
Que estávamos correndo em direções contrárias,
Nos iludindo que estávamos no mesmo caminho.
.
Talvez eu até tenha te amado,
Tenha realmente acreditado que poderiamos dar certo,
Depois de você ter dito aquelas coisas bobas,
Que provavelmente tenha dito para outras pessoas também.
,
Você não é nem a metade de quem eu imaginei que era,
Você é um amontoado de neuroses e medos,
Que acabam afetando a quem convive contigo,
E você nem permite que lutem por ti,
Porque acha que está tudo bem com o jeito que leva as coisas,
Mesmo que isso machuque outros, além de você mesmo.
.
Então, não, não posso te pedir desculpa,
Não posso pedir desculpa por tentar escolher o melhor pra mim,
Não posso arriscar amar alguém que nãio deseja ser amado,
É muito perigoso e complicado.

Autor: Kesso Silvestre

domingo, 5 de julho de 2015

Coração quebrado



Seu coração é quebrado,
E você depois o cola,
Para mais tarde quebrarem novamente,
Mas você nunca cansa de o colar,
Na esperança de alguém diferente chegar,
E você não mais precisar,
Ver os pedaços espalhados pelo chão do seu quarto,
Acompanhados por lágrimas,
E promessas vazias, de que mudará,
Que não vai mais se entregar.
.
Que tolice, você mesmo sabe,
Logo estará fazendo tudo novamente,
E isso não é feio, muito menos errado,
Horrível mesmo seria se você perdesse essa mania,
De achar que amar vale a pena,
Mesmo que ainda não tenha chegado a pessoa para provar isso,
.
Então vai, se entrega mais uma vez,
E se por acaso , mais uma vez não valorizarem isso,
Se recompõe, você não perdeu nada,
Com tanto amor pra dar,
Perde é quem não quer receber

Autor: Kesso Silvestre

terça-feira, 30 de junho de 2015

Pedaço por pedaço

E você colocou músicas na lista das quais não deveria ouvir,
Rasgou as fotos que te traziam lembranças,
Evitou lugares,
Mas toda vez que se deitava,
Você se lembrava,
De cada detalhe, de cada palavra dita.
De cada promessa não cumprida.
.
E dói, eu sei que dói,
Mas não se remove um amor logo por inteiro,
Ele tem que ser feito devagar,
Tirando pedaço por pedaço,
Até você poder lembrar sem chorar,
Ou poder falar sobre, sem a voz falhar.
.
Muitas vezes é demorado,
Mas espera,
Logo tudo vai acabar,
E você só vai ter a agradecer por tudo que viveu,
Porque sim, isso vai servir muito para ti,
Vai te ensinar a ter amor próprio,
A amar primeiramente a própria companhia,
Para depois permitir alguém se chegar em ti,
Sem nenhum medo, de ter que vê-la ir.

Autor: Kesso Silvestre

( Gif retirado do blog http://pedacoshumanos.blogspot.com.br/)