Total de visualizações de página

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Você casaria comigo?

Sei que hoje em dia está difícil,
Sei que fidelidade é raramente vista
Mas acredita em mim,...
Só preciso de você ao meu lado,
O resto, faz parte do passado.
.
Prometo me esforçar.
Pra te fazer sorrir,
Pra te entender,
E quando parecer difícil,
Prometo está ao teu lado,
Como teu companheiro,
Como alguém, além de apenas teu namorado.
.
Casa comigo,
Não posso te prometer felicidade,
Mas posso te garantir que vou me esforçar,
Para te fazer a pessoa mais feliz.


Autor: Kesso Silvestre

sábado, 22 de novembro de 2014

Sua opinião

E eu vou te contar meus pecados,
Quem sabe assim você possa me perdoar,
Vou citar para ti meus erros,
Para assim você dizer por quais devo sofrer.
.
Todos os seus olhares para mim são de reprovação,
Suas palavras soam como veneno para minha alma,
E você nem percebe,
Você nem se dar o direito de se ouvir,
E amar o teu irmão.
.
Mas sua língua está afiada,
Suas pedras já estão em mãos,
E você já está pronto pra me jogar todas,
Sem me dar a oportunidade para tentar,
Como qualquer humano que erra,
E quer encontrar redenção.
.
Mas vai em frente,
Faz o papel que acha que tem o direito de fazer,
E me julga, sem mesmo me conhecer.

Autor: Kesso Silvestre
 .

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Outro caminho



Não vou mentir,
Eu tenho pensado em nos dois,
Tenho lembrado do que vivemos,
Das mãos bobas,
Do beijo na boca,
Daquelas noites loucas.
.
Por um tempo eu fiquei questionando,
O que se passava na sua cabeça,
Se você também pensava em mim,
Se sentia minha falta,
Nem que fosse de poucas coisas.
.
Mas fui cansando de me questionar,
Não é que o sentimento tenha morrido,
Meus sentimentos não mudam tão rápido,
Me sentiria falso se mudassem,
Por tudo que te disse e por tudo que fiz,
Mas é que a espera pelo nada maltrata a gente,
E um dia, a gente resolve olhar para o outro lado,
Só então ver, que existem tantas coisas boas lá,
E seria errado da minha parte, não experimentar.


Autor: Kesso Silvestre

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

O que o coração quer

E eu fiquei parado ali,
Naquele quarto frio,
Imaginando que estava enlouquecendo,...
Com todas as lembranças me atormentando.
.
Tudo parecia tão errado,
Tão sujo,
Não era pra ter acontecido,
Era tudo que passava pela minha cabeça.
.
Mas o coração apertava,
A sua voz fazia falta,
Eu quase podia sentir teu cheiro,
Era loucura, não podia ser real,
Não era real,
Era apenas o que o coração queria,
Os pedaços dele queriam você perto,
Mesmo eu sabendo,
Que a sua distância era o melhor,
Para quem?
Só o tempo vai responder isso.


Autor: Kesso Silvestre

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Ilusão

E você se perdeu nos seus sonhos,
Se perdeu na vida que criou,
Se perdeu nas mentiras que contou.
.
Não existe saída de emergência,
Não existe o pote no fim do arco-íris,
Agora só existe a realidade para você,
A aceite e tente muda-la.
.
Se sentar e chorar não vai resolver mais nada,
Fazer cara feia não vai espantar o medo que está sentindo,
A vida veio te cobrar pelo tempo que estava brincando de se iludir,
E sua mãe não pode te proteger das escolhas que fez,
Se levanta e enfrenta tudo,
Você foi capaz de criar um mundo melhor para ti,
Infelizmente ele não era real,
Agora vai, enfrenta o desconhecido, e se permite, pelo menos uma vez, se permite se machucar, isso vai te tornar mais forte, eu te prometo.

Autor: Kesso Silvestre

domingo, 16 de novembro de 2014

Não posso me entregar

E desculpa, nao posso apostar tudo em voce.
Venho de uma relacao onde o fiz,
E o resultado nao foi tao bom,
Sim, voce esta me ajudando a superar,
E a cada dia voce apaga uma lembranca,...
E cria outra melhor no lugar,
Mas nao posso me entregar totalmente mais uma vez,
Nao agora, aceita meu tempo.
.
Nao e que nao confie em ti,
Mas e que as palavras se tornaram tao fracas para mim,
Agora prefiro aguardar por atitudes que conquistem, que me facam acreditar novamente, nisso que chamamos de amor.
.
Entao, deixa o tempo mostrar o que nos tornaremos,
Vamos aproveitando nossas noites por enquanto,
Com o tempo, se voce fizer por onde, me entregarei totalmente, serei so seu, sem medos, sem sombras do passado,, sem duvidas.


Autor: Kesso Silvestre

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Não vou aprender

Será que é verdade o que dizem?
Que eu fantasio demais o sentimento?
Sei lá, te confesso que estou cansado de me importar,
Estou cansado de fazer de tudo pra agradar,
E em troca, se contentar com qualquer coisa....
.
Uma vez me disseram,
Que é sendo usado que se aprende a usar os outros,
Não sei se sou capaz de aprender essa lição,
Não importa quantas noites eu chore,
Nunca vou aprender a fazer canalhice com os outros,
Nunca vou ser de só "transar",
Nunca vou dizer para alguém que me importo, sem me importar,
Não que seja obrigação ser sincero com os outros,
Mas é uma obrigação que eu tenho comigo,
De ser honesto comigo mesmo,
E se eu não souber o que realmente quero,
Nunca vou envolver o sentimento alheio nisso.
.


Você pode se envolver com várias pessoas,
Mas enquanto você não souber o que quer pra você,
E começar a ser honesto consigo mesmo para conseguir o que deseja,
Você será apenas uma pessoa vazia,
E no fim das contas, você vai ver que terá muitas histórias para contar, mas nenhuma que tenha feito o tempo perdido valer a pena.

Autor: Kesso Silvestre

domingo, 12 de outubro de 2014

Deveria ser eu

A noite não precisava ser solitária,
As lembranças não precisavam ser tristes,
E as brigas que tivemos, poderiam ter sido evitadas.
.
Mas isso já é passado,
E você já tem um novo alguém do seu lado,
Mas não precisava ser assim,
Poderia ser eu a está contigo.
.
Agora você o abraça,
Você faz planos,
Ele que lhe faz sorrir,
E talvez você já tenha me esquecido,
Superado os problemas que eu lhe trouxe,
E isso me machuca,
Da forma que eu nunca achei que seria possível.
.
Deveria ser eu,
A está te amando,
Deveria ser eu,
A te tornar a pessoa mais feliz do mundo,
Mas não sou eu,
E nunca terei a oportunidade de ser,
A verdade agora, é que tenho que te esquecer.


Autor: Kesso Silvestre

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Nunca pararia de tentar

Ei, aquela música está tocando na rádio novamente,
Que sensação esquisita ouvi-la depois de tanto tempo,
As suas lembranças voltam a cada verso,
Parece que você está a cantando para mim.
.
Droga, as lágrimas voltaram a cair,
O vazio que ficou, está em evidência de novo,
Não, eu não vou ligar pra você,
Eu sei que não faço mais diferença pra ti,
Isso já tinha ficado claro para mim.
.
Mas eu não vou mentir,
Eu desejei que as coisas fossem diferente,
Eu queria ter tido força pra tentar mais um pouco,
Pra ter ficado mais um pouco,
Ter dito mais uma vez que te amava,
Mas será que isso mudaria alguma coisa?
Se você ao menos desse a oportunidade,
Ao menos desse uma chance de isso acontecer,
Eu nunca teria parado de tentar.

Autor: Kesso Silvestre